Início > Imprensa > Lula e a “Mídia Golpista” (PARTE 4)

Lula e a “Mídia Golpista” (PARTE 4)

setembro 1, 2009

censura_imprensa

No dia 23 de agosto publiquei o terceiro artigo da série Lula e a “Mídia Golpista”, onde enumerei alguns indícios de que o Brasil estaria entrando no perigoso caminho trilhado pela Venezuela, onde a liberdade de expressão tem sido cerceada por um governo que a cada dia assume um caráter mais autoritário. Citei o caso da censura ao Estadão no caso Sarney (que continua a exatos 33 dias) e algumas ameaças do legislativo no caso do projeto de lei de Maluf que castra poderes do Ministério Público ao investigar políticos, além da nova lei de imprensa em tramitação no Congresso.

Alguns acharam a preocupação exagerada, mas eis que na semana seguinte um novo caso ocorre com o jornalista e cineasta Arnaldo Jabor que teve um de seus comentários retirados do site da CBN por ordem da Justiça. Aliás, esta não foi a primeira vez que o jornalista foi censurado pelo PT (ver matéria publicada pelo Observatório da Imprensa, em 2006 – ver aqui)

Sou ouvinte assíduo do Jabor, mas, coincidentemente, não o ouvi neste dia. Mais estranho ainda é o fato do jornalista não tocar no assunto nos comentários seguintes. Observei também que seus comentários têm sido menos contundentes do que de costume, fugindo até mesmo do tema “política” com uma certa frequencia. Fiquei surpreso hoje (só hoje) de ver no blog Compartilhando mais esta afronta a nossa democracia. Estaria o jornalista já se autocensurando, como querem os governos totalitários?

Abaixo publicamos trechos do artigo de Dora Kramer no Estadão de domingo, além do comentário censurado de Jabor.

TSE retira comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN

Por Dora Kramer

“A decisão do TSE que determinou a retirada do comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN, a pedido do presidente ‘Lula’. Até pode ter amparo na legislação eleitoral, mas fere o preceito constitucional da liberdade de imprensa e de expressão, configurando-se, portanto, um ato de censura.”

Em outro trecho:

“Jabor faz parte de uma lista de profissionais tidos pelo Presidente Lula como desafetos e, por isso, passíveis de retaliação à medida que se apresentem as oportunidades!”

A VERDADE ESTÁ NA CARA, MAS NÃO SE IMPÕE

Por Arnaldo Jabor

O que foi que nos aconteceu? No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor,’explicáveis’ demais.

Toda a verdade já foi descoberta, todos os crimes provados, todas as mentiras percebidas. Tudo já aconteceu e nada acontece.

Os culpados estão catalogados, fichados , e nada rola. A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe.

Isto é uma situação inédita na História brasileira !!!!!!!

Claro que a mentira sempre foi a base do sistema político, infiltrada no labirinto das oligarquias, mas nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente, desfigurada !!!!!!!!

Os fatos reais: com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos !!!!

Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo !!!!!

Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações.. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso nem vergonha do que faz !!!!!

Mente compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir poder. Este governo é psicopata!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas.

A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior é que o Lula, amparado em sua imagem de ‘povo’, consegue transformar a Razão em vilã, as provas contra ele em acusações ‘falsas’, sua condição de cúmplice e Comandante em ‘vítima’!!!!!

E a população ignorante engole tudo. Como é possível isso? Simples: o Judiciário paralítico entoca todos os crimes na Fortaleza da lentidão e da impunidade. Só daqui a dois anos serão julgados os indiciados – nos comunica o STF.

Os delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem. A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização.

Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desse governo. Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tem de ser escrito…

Está havendo uma desmoralização do pensamento. Deprimo-me: Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?’..

A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios.

A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo. A cada cassado perdoado, a cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais aos fatos! !!!!

Pior: que os fatos não são nada – só valem as versões, as manipulações.

No último ano, tivemos um único momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política. Depois surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e o parecer do procurador-geral da república. São verdades cristalinas, com sol a Pino. E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de ‘gafe’.

Lulo-Petistas clamam: ‘Como é que a Procuradoria Geral, nomeada pelo Lula, tem o desplante de ser tão clara! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito, e como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT? Como ousaram ser honestos?’ Sempre que a verdade eclode, reagem.

Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista’. Quando apareceu aquela grana toda no Maranhão (lembram, filhinhos?),a família Sarney reagiu ofendida com a falta de ‘finesse’ do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando… Mas agora… é diferente. As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo do Lula está criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política, uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista que está se consolidando no horizonte.

Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem, de preconceitos ideológicos, movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o simplismo.

Lula será eleito por uma oposição mecânica entre ricos e pobres, dividindo o país em ‘a favor’ do povo e ‘contra’, recauchutando significados que não dão mais conta da circularidade do mundo atual..

Teremos o ‘sim’ e o ‘não’, teremos a depressão da razão de um lado e a psicopatia política de outro, teremos a volta da oposição Mundo x Brasil, nacional x internacional e um voluntarismo que legitima o governo de um Lula 2 e um Garotinho depois.

Alguns otimistas dizem: ‘Não… este maremoto de mentiras nos dará uma fome de Verdades’!

————————————————————————————

Para ver o primeiro artigo da série Lula e a “Mídia Golpista” , clique aqui.

Para acesar  o site Censura Nunca Mais, clique aqui.

Anúncios
  1. Amarildo Santos
    setembro 1, 2009 às 11:40 am

    Quem defende a necessidade de regulamentação da internet, não tem a menor envergadura moral ou ética para tecer comentários a respeito do tema censura e liberdade. Em outros “textos”, o senhor já declarou ser favorável à regulamentação da atividade dos blogueiros na internet, portanto, censura. Saiba, meu caro, que todos temos o direito à livre expressão, não apenas os “jornalistas”. Ou será que você considera jornalistas cidadãos “especiais”; acima da lei e das normas de conduta válidas para o restante da sociedade? Se alguém se sentir ofendido com algo dito ou escrito por mim, por você ou por qualquer jornalista tem todo o direito de recorrer aos meios legais para obter ressarcimento ou retratação moral. Caso o senhor não saiba, lei e justiça fazem parte do jogo democrático. Aliás, os jornalistas, como sempre de forma corporativista (e muito pouco democrática, no mínimo), ao atacarem a tentativa de criação do Conselho Federal de Jornalismo (criação proposta pelos seus próprios colegas da FENAJ), argumentaram, nas situações mais diversas, que “todo cidadão, sentindo-se lesado por textos, artigos, etc., tem todo o direito de recorrer à justiça” e que, portanto, “não havia a menor necessidade de criação do conselho”. E mais, afirmar que o PT é antidemocrático e que defende a censura, é muito mais do que ridículo, é deprimente. Sem Lula e o PT, entre milhares de outros abnegados notórios ou incógnitos, que deram o próprio sangue pela democracia, o senhor, hoje, provavelmente não estaria aqui proferindo todas as bobagens.

    • setembro 1, 2009 às 10:23 pm

      Concordo com vc em parte. Regulamentar não é o mesmo que censurar. Lógico que com um congresso como este que temos é uma temeridade qualquer ação neste sentido.

      Quanto ao “Conselho” (que na verdade é um desejo de Lula), a maioria dos jornalistas foi contra porque ficou claro já nesta época o viés autoritário do Governo.

      Quanto os “abnegados” petistas que lutaram pela democracia vc disse muito bem: lutaram. Ou seja, passado. Daquele PT não resta mais nada.

      • Amarildo Santos
        setembro 2, 2009 às 6:41 am

        1) Regulamentar é, sim, o mesmo que censurar. Aliás, são propostas do seu PSDB, do Serrinha Malvadeza :: (AURÉLIO – regulamentar2: SUJEITAR a regulamento – SUJEITAR: reduzir à sujeição, tornar sujeito (o que era livre); dominar, subjugar).

        2) Conselho: o senhor está redondamente equivocado. A proposta foi da FENAJ; e mais, foi encaminhada ao congresso de maneira absolutamente democrática. E, de maneira democrática (e também equivocada, no meu entendimento), foi rejeitada. Ou o senhor também não acredita em democracia? Talvez, quem sabe, a democracia, dispondo de sua linha de raciocínio enviesada, deva ser também “regulamentada”. A propósito, esse foi um dos pressupostos do ato institucional de número cindo (o famigerado AI5).

        3) Lutaram, morreram, foram trucidados, torturados, humilhados, expatriados, mas venceram. Por isso, DEMOCRATICAMENTE, estamos aqui debatendo. Agradeça, meu caro, e seja menos arrogante e tendencioso. O PT é um partido político constituído de e por seres humanos, que cometem erros e acertos; não é um monastério (e até nos monastérios, até onde eu saiba, os seres humanos cometem erros). Porém, está se reestruturando; está, inquestionavelmente, se reformulando.

        • setembro 2, 2009 às 8:09 am

          Amarildo, se vc leu o artigo 3 desta série vai ver que não sou a favor da “regulamentação” pelos mesmos motivos que vc alega. O aparte que faço sobre este assunto é a definição de regras claras e democráticas como, por exemplo, a ausência total de censura para evitar o que ocorre no site do PHA, onde só são publicados comentários a favor do pensamento do colunista ou, no máximo, alguns contra não muito bem fundamentados.

          Quanto ao Conselho também não afirmei que foi feito por Lula, como vc quer jogar. Disse que este foi um desejo expresso pelo presidente antes mesmo da apresentação da proposta com o objetivo, claro, de impor algum tipo de “regulamentação”.

          Quanto ao passado do PT eu conheço bem porque já fui petista. Hoje não sou mais pelos inúmeros motivos aqui colocados (e que ainda serão) neste blog. Isto não significa que eu seja tucano, pois entre o preto e o branco existe o cinza. Continuo com minha visão crítica seja qual for o governo. Esta é a causa que acredito e a causa que defendo e é assim que a democracia é fortalecida. O PT, ao contrário, tem jogado para a torcida, tentando aniquilar a oposição, da mesma forma que Hugo Chaves tem feito.

        • Amarildo Santos
          setembro 2, 2009 às 4:36 pm

          1) O senhor se diz contra a regulamentação, mas ao mesmo tempo defende a criação de “regras claras” para disciplinar a atividade dos blogueiros. Regras, meu caro, por mais que o senhor tente argumentar com sofismas, impõem restrições, portanto, censura.

          2) Como todo cidadão, Lula, dentro do regime democrático, recorrendo ao direito de livre expressão, garantido por nossa Carta Magna, pode emitir a opinião que julgar mais adequada e oportuna em qualquer momento ou circunstância. Cabe ressaltar que a FENAJ é um organismo independente. Por outro lado, o projeto apresentado na época era antigo, bem anterior a qualquer suposta declaração proferida pelo presidente Lula.

          3) O senhor afirma ter militado no PT. Não tenho elementos para questionar sua afirmação. Posso apenas lamentar as supostas – e equivocadas – mudanças de posição. Do mesmo modo como lamento, embora democraticamente respeite, a mudança de posição de personalidades como a senadora Marina Silva, Fernando Gabeira, etc., que, ao mudarem, favorecem e facilitam a funesta perspectiva de retorno do tucanato.

        • setembro 2, 2009 às 7:24 pm

          Amarildo, vc está andando em círculos. Vamos desenganchar este disco, né? Já sei sua opinião sobre os três pontos listados e já coloquei os meus. Não adianta vc ficar sofismando sobre a semântica das palavras. Minha posição sobre a censura é bem clara para qualquer criança com um mínimo de discernimento. Aliás, meu temor expresso no terceiro artigo desta série está se confirmando a cada dia. Depois das lamentáveis censuras ao Estadão e ao Jabor, hoje, por exemplo, foi divulgado o projeto que prevê, entre outras coisas, opiniões em blogs sobre os candidatos. Ou seja, este blog terá que ficar mudo durante as eleições ou quem sabe ficará fora do ar mesmo (O link da notícia está aqui). O nome disso é CENSURA!
          A “imprensa golpista”, como vivem alardeando os petistas, está enfraquecida e não tem muito o que fazer diante do rolo compressor de um governo populista em uma nação com um povo de pouca educação, facilmente manipulável como o Brasil. Para quem ainda acha que é exagero falar da “venezualização” do Brasil, temos aí mais um passo. Ou seja, aos poucos Lula está conseguindo seu intento que é um governo cada dia mais “forte”, sem oposição e com uma imprensa dobrada.
          Quanto as minhas mudanças de opinião sobre PT e PSDB não me envergonho, pois, ao contrário dos petistas como vc que se acham donos da verdade e não conseguem ver outra coisa além do “santo” Lula, me considero um eterno aprendiz e não tenho o menor problema em voltar atrás em alguma posição desde que os argumentos contrários sejam mais consistentes que os meus.
          Para finalizar, digo a vc que nestas minhas mudanças de opinião ao longo das minhas quatro décadas de vida uma coisa permanece intacta: a minha crença na ética como principal vetor do progresso das relações humanas e, conseqüentemente, da sociedade, independentemente de partido ou religião. É esta base na qual se sustentava o PT do passado e que agora foi relegada ao décimo plano em nome do obsessivo projeto de poder do PT.

  2. setembro 1, 2009 às 3:17 pm

    Midia Golpista não é? esse desgoverno petista é na verdade uam república do sindicato do crime

  3. setembro 1, 2009 às 4:25 pm

    Meu caro, confesso que a cada dia tenho certeza das vezes que anulei meu voto, porém o texto do Jabor é muito forte, a verdade está se tornando inútil e, se nem quando os crimes estão totalmente explicitos os responsáveis não são punidos, o que podemos dizer do nosso voto. Não desacredito no poder que votar representa, mas tenho medo que até este direito se torne algo inútil.
    Torna-se inútil quando a grande massa da população brasileira jaz ignorante e sem cultura, pois são manobrados como bichos adestrados pelo governo.
    A pouco tempo escrevi em meu blog um texto chamado “Meu Discurso No Plenário”, porém, agora, já acho que o mesmo ficou pequeno diante da indignação que tenho sentido.
    Gosto muito deste blog, é inspirador ao brasileiro que se importa com o país.
    Se você me permtir, gostaria de colocar linkar seu blog.

    Valeu

  4. jbmartins
    setembro 3, 2009 às 2:00 pm

    Amarildo Santos pelo que li não da para haver cometarios, por que com a Visão Panoramica de Elite Branca de Olhos Azuis que este blog tem, é incrivel a decrepancia da posição, sem coerencia, fazer o que.

    • setembro 3, 2009 às 9:57 pm

      Jbmartins e Amarildo, vou lhes citar um exemplo de uma regulamentação desejável: eliminar a censura prévia dos comentários dos sites. Digo isso porque cansei de ser censurado no blog do Paulo Henrique Amorim, um dos ícones do lulismo que só habilita os comentários que convém ao mandatário maior. Se pudéssemos confiar nos nossos legisladores, esta seria uma boa forma de regulamentar o uso dos sites nas campanhas eleitorais. Onde está a contradição que vcs querem me atribuir?

      Ps. Não faço parte da elite nem tenho olhos azuis. Pelo contrário, tenho uma origem bem humilde. Sou o primeiro e ainda o único membro de uma família numerosa do interior de Pernambuco que conseguiu concluir um curso universitário.

      • setembro 4, 2009 às 12:04 am

        Jbmartins, percebe-se que você ou está alienado dos acontecimentos promovidos por esse governo corrupto e omisso, que não vê, não escuta, mas fala muito (populismo barato e hipócrita) ou simplesmente você faz parte de uma população inebriada pela esmola fornecida por esse mesmo governo com propósitos escusos e anti-democráticos.

  5. O editor
    setembro 3, 2009 às 6:21 pm

    Penso que Lula quer continuar no poder a qualquer custo mesmo que seja censurando comentários , querem controlar as opiniões de blogueiros, impedir a livre expressão e mais com o problema também levantado a cerca do pré-sal quando o governo quer se tornar um comerciante de petrolóo como o sistema vigente os países da Arabia Saudida me faz pensar que o governo Lula siga os passos de Hugo Chaves!

    Pedro M.

  6. setembro 7, 2009 às 9:38 pm
  7. Vergonha
    setembro 8, 2009 às 6:50 pm

    Vergonha criar um lnk como se fosse da Petrobras para dizer que foi censurado. sem vergonha, mentiroso.

    • setembro 8, 2009 às 6:54 pm

      Vc não entendeu. Leia o texto postado no blog, por favor. Trata-se de um blog que teve que mudar de nome e teve colocar uma tarja preta em todas as fotos com a marca da Petrobrás.

  8. anônimo
    setembro 20, 2009 às 9:40 pm

    o nível dos defensores do governinho de Lula é tenebroso.
    não é à tôa que o PT tem massa de manobra para trabalhar nas mesas de bares, na internet, nos sindicatos…

  1. No trackbacks yet.
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: